Scritta

Quarta-Feira
20/08/2014 | 17:25

Redação Oficial

Você domina as normas da Redação Oficial?

Publicações

Pronomes de tratamento: Você sabe como utilizá-los de maneira correta?

Por: Bruna Moreno e Juliana Bortolai

Data: 10/02/2011

Saber tratar uma pessoa de forma correta e formal nem sempre é fácil. Dependendo da autoridade, por exemplo, é preciso escolher, de forma adequada, o pronome de tratamento. Mas o que seria isso?

Pronome de tratamento é uma palavra ou uma expressão utilizada no trato com as pessoas e, na maioria das vezes, é usada para designar a 2ª pessoa do discurso, ou seja, a pessoa com quem se fala. Ao optar por uma de suas formas, é preciso levar em consideração a quem nos dirigimos, isto é, escolher com conformidade com seu cargo, idade e título.

Por exemplo, de acordo com o Manual da Presidência (2002), a forma de tratamento empregada por força de tradição em comunicação dirigidas a reitores de universidades é Vossa Magnificência, cujo vocativo é “Magnífico”. O Manual de Padronização do TSE (2001) acrescenta ainda que as abreviaturas das formas de tratamento de reitores são “V. Maga.”, no singular, e “V. Magas.”, no plural. Envelopes com correspondência devem ser endereçados da seguinte forma: “Excelentíssimo Senhor (nome) reitor da universidade...”.

Para as demais hierarquias de cargos públicos, o Manual da Presidência (2002) abole o uso de “digníssimo”, pois a dignidade é tida como pressuposto para qualquer pessoa de cargo público. Deve ser substituída por “Vossa Senhoria”, cujo vocativo é “Senhor” e a abreviatura, “Sr.”. Neste caso, também se dispensa o uso de “Ilustríssimo”.

Já “doutor”, ao contrário do que muitos pensam, não é tido como forma de tratamento, e sim como título acadêmico; portanto, deve ser usado somente em comunicações dirigidas a pessoas que tenham tal grau de curso universitário, e não a médicos e a advogados.

Sabendo a forma de tratamento adequada, também fica mais fácil encontrar o fecho ideal para uma carta ou e-mail: quando para autoridades superiores a sua própria, deve-se usar “respeitosamente”, e quando para autoridades de mesma hierarquia ou de hierarquia inferior, opta-se por “atenciosamente”.



Vote neste artigo: fraco regular otimo 703 votos para este artigo.

Comentar este artigo:

:

:

:

Twitter

Links

  • Scritta
  • Mural de Recados

    Muito obrigada pelas dicas. Parabéns!

    Maria de Lourdes do Nascimento

    casa


    As informações aqui apresentadas com um padrão de excelência máximo são essenciais para todo cidadão e de grande valia para os pesquisadores e para os estudantes em geral.

    Lafaete Esutáquio da Silva


    Muito boa as suas explicações!

    Renan Fiel

    bnds


    Gostei muito do site, é de excelência. Me ajudou muito na hora que mais precisei . Obrigada

    Maria Ines Vieira

    APE - MTE


    [+] Veja mais...

    © Copyright 2006 - Scritta - Todos os direitos reservados
    Desenvolvido por Publiweb Marketing Digital e Otimização de Sites